diferença básica

18 outubro, 2010

Contei pra uma amiga sobre o cara legal que eu conheci no feriado e ela dispara: “Onde foi? Como foi? Como ele é? Ele é bonito? Que que ele faz? Quantos anos ele tem? Foi legal? Vocês vão se ver de novo?”

Daí eu contei pra um amigo e ele: “Mas e aí, você deu umazinha?”

Mudernidades

16 julho, 2010

Olha, eu sou super a favor do movimento gay (englobando aí lésbicas, transexuais etc e tal). Acho que é muito difícil você achar alguém que te ama como você é e você ame igual, então acho mesmo que eles têm que se casar e criar filhos  (até porque tem uns héteros fazendo muita merda por aí). Na minha humilde opinião, bissexualidade é coisa de gente indecisa, mas mesmo assim, se você quer sair pegando tudo e todos, vá lá (desde que haja consenso, claro!), a vida é sua, você quem sabe.

Dito isso, me explica QUE MULHER se sente atraída por uma criatura dessa:

Sério. Modernidade demais pra minha cabeça.

piri piri piriguete

14 maio, 2009

Aprendizados televisivos da semana:

1- Um veterinário na Ana Maria Braga disse que dar semente de girassol para papagaio é a mesma coisa que dar picanha para crianças. Considerando que crianças não comem picanha na mesma frequência, fica o alerta. Para que o papagaio viva lá seus 60 anos feliz. Eu diria que é o novo manga com leite, já que o cidadão sugeriu dar aquela raçãozinha a la cachorro para os emplumados. Toda uma máfia veterinária em prol da venda de rações caríssimas, você sabe o que eu quero dizer. (Conspiração mode on)

(pausa): Amy Winehouse cantando aqui no meu ouvido: “I can’t help you if you don’t help yourself”. Ironia, que delícia.

2 – Vinheta do People and Arts (ou seria Discovery?) mandando geral trepar porque é bom para diminuir o colesterol ruim! Base científica nula, só aquelas mensagens de auto-ajuda feminina “você é linda” (divina, absoluta?), mas não deixa de ser conselho interessante.

3 – Dentista (sei lá em qual canal) dizendo que tártaro pode vir a ser formado pelo pH ácido da saliva da pessoa. Ou seja, não há proteção 12 horas ou enxaguante bucal que dê conta da sua baba de dragão de Komodo 😛 Solução que eu mesma encontrei: procurar e combinar ambientes mais alcalinos (apesar de beijo na boca ser coisa do passado) para o bem da sua arcada dental.
3.1 – Possivelmente eu sou a única lunática a esse ponto, mas eu já anotei mais de um número de CRO de qualquer doutor fulano de comercial de pasta dental e não encontrei nenhum correspondente online. Nem estado os mentirosos põem. Não que gente bonita a ponto de fazer comercial seja bem sucedida também no ofício de ortondotia, mas fica aqui minha denúncia. Lei da compensação do universo, já falei a respeito?

Conclusão deste devaneio que eu chamo de post: piri piri piripiri piriguete pride, minhas leitoras!

Lição

7 maio, 2009

No auge do meu tédio, eu clico no botão do Stumble Upon e me deparo com a seguinte frase:

You may not be her first, her last, or her only. She loved before she may love again. But if she loves you now, what else matters? She’s not perfect – you aren’t either, and the two of you may never be perfect together but if she can make you laugh, cause you to think twice, and admit to being human and making mistakes, hold onto her and give her the most you can. She may not be thinking about you every second of the day, but she will give you a part of her that she knows you can break – her heart. So don’t hurt her, don’t change her, don’t analyze and don’t expect more than she can give. Smile when she makes you happy, let her know when she makes you mad, and miss her when she’s not there.

— Bob Marley (aqui ó)

Eu tô virando uma mulherzinha mesmo… mas what else matters?

Colecionar fotos de mensagens de tarados:

dsc00085Gato sarado da UnB

tarado2Auto-explicativo

tarado1orelhão do ponto de ônibus

Placar atual: Brasília 2 x 1 Rio

Dia do orgasmo

31 julho, 2008

Por algum motivo que eu desconheço, hoje é dia do orgasmo e claro que o Ego resolveu perguntar pras musas o que elas pensam sobre o assunto. Agora, quem resolveu que Mulher Melão, Mulher Moranguinho e Mirella Santos são musas é definitivamente um mistério…

ciclo

20 junho, 2008

A minha amiga Isa é uma pessoa cheia de teorias e uma delas é que a nossa vida amorosa funciona em ciclos de 3. Eu explico: o primeiro namoro sério de uma pessoa é um sofrimento só, na verdade nem precisa ser dramático desse jeito, mas você (como sendo o centro do seu ciclo, óbvio) gosta mais do seu significant other do que ele(a) de você. Já o segundo, é o contrário: a outra pessoa gosta mais. Depois que esse termina e você entra no seu terceiro relacionamento sério, as coisas se estabilizam, todo mundo já sofreu e fez sofrer, daí as coisas são mais tranquilas. Já espalhei essa teoria pra várias pessoas que, aplicando isso pra suas vidas, concordaram que faz todo o sentido (particularmente, eu só tive dois namoros sérios e, por enquanto, está tudo indo de acordo)!

Estou dizendo isso porque lendo o Ego ultimamente, percebi que o mesmo acontece com Sienna Miller. Repare só: ela namorou Jude Law e ficou psico total (mas também, né? até eu!) e agora é a vez do pobre Rhys Ifans sofrer por ela no melhor estilo Amy Winehouse: dando porrada em todo mundo. Bom, desejamos boa sorte pra Sienna e, principalmente pro Rhys, afinal, nos parte o coração ver um galês sofrer.

a tênue linha

18 junho, 2008

Marina diz:
vou muito escrever um post sobre a tênue linha entre piriguetes e vagabas

No mundo de putaria em que vivemos hoje, está muito difícil arrumar namorado se não dermos (ui) uma forcinha. Veja só, aquele ideal hollywood de que John Cusack vai encontrar Kate Beckinsale porque o destino quer – my ass, bitch. A mulherada tem que matar a vontade apalpando (hum!) mais do que a catequese permitiria, tomando atitudes condenáveis pela avozinha.

Claro, falando em nome das piriguetes. Não aquelas que nunca sentem frio, mas sim a garota comum de hoje em dia. Excetuando dessa categoria, obviamente, as santas do pau (ó) oco, as crentes do rabo (uh!) quente e as sonsas em geral. As piores, devo dizer.

Não piores do que as vagabas assumidas, claro. Aquela que dá mais que chuchu em pé de serra, como diria meu velho pai. Para quem quiser. A hora que for. Onde for. Sem disfarçar. Que dá vergonha alheia na pirigute-mor de tanto mole que dá pro cara.

E olha que eu sou de pensamento que toda mulher sexualmente bem resolvida é puta. Mas sejamos putas somente entre quatro paredes, sim?

Pela atenção, grata.

12 de junho

7 junho, 2008

Não vou nem entrar no mérito de gente encalhada sobre como é dispensável o dia dos namorados nesta época de completa e total falta de compromisso sexual. Então vou somente discorrer sobre a breguica que a data envolve. Para variar, eu e minhas listas:

– Gente que aproveita para fazer pedido de casamento e adota idéias orginalíssimas, a saber: pulando de pára-quedas, com cilindros de oxigênio embaixo d’água, (insira aqui qualquer outra situação onde vestido e smoking não são as roupas mais confortáveis);

Declarações online a la “Do Nelsom para a Camila – Duas Paixões com C: Camila e Corinthias”;

– Mídia e comércio exaltando a ocasião, te desejando feliz dia dos namorados just because.

– E, obviamente, ele:

Um anjinho gordinho com flechas de coração – quer simbolozinho mais brega?

não ver no trabalho

28 maio, 2008

Qual o primeiro pensamento do enxadrista russo Garry Kasparov, ao ser interrompido na sua coletiva de imprensa?

“Meu caralho de asas”, claro.