on chandler bing

2 novembro, 2009

Ross: Oh, really? Well, I guess Monica should know about Atlantic City.
Chandler: Du-ude!
Monica: What happened in Atlantic City?
Ross: Well, Chandler and I are in a bar…
Chandler: Did you not hear me say, “Du-ude”?
Ross: …and this girl is making eyes at Chandler, okay? So after a while he just goes over to her and, uh, after a minute or two, I see them kissing. Now, I know what you’re thinking. Chandler’s not the type of guy who just goes to bars and makes out with girls. And you’re right. Chandler’s not the type of guy just goes to bars and makes out with girls.
Monica: You kissed a guy? Oh my God.
Chandler: In my defense, it was dark and he was a very pretty guy.

AMOR define.

the king!

7 abril, 2008

para esquecer que é segunda-feira e que um pombo cagou no seu braço.

Justificativa

28 janeiro, 2008

Friends foi o motivo do meu vício em séries (ou enlatados americanos, como vc preferir…) e Chandler Bing sempre foi o meu preferido porque é com quem eu mais me identifico, principalmente por causa do humor (segundo o orkut) seco/sarcástico, inteligente/sagaz, rude e, como Marinex também tem essa característica, aqui estamos homenageando o nosso querido.

Watch and learn:

Esquete do Saturday Night Live

enjoy

28 janeiro, 2008

E no começo…

28 janeiro, 2008

Eu não tenho pai travesti nem mãe devassa (hum, devassa), mas compreendo Chandler Bing. Nomearia um dos meus animais em sua homenagem, porém tenho uma lista de Beatles a cumprir. Aceito que ele tenha engordado horrores na transição de uma das temporadas – Graziléia, magnâmica, inserir dados técnicos aqui – mesmo sabendo que foi o Matthew que dizia no no no a rehab. Afinal, Janice era a cara da Amy, mesmo, né Chandleeer Biiiing?!