E eu que achava aquelas fotos de época em sépia de gosto duvidoso…

Que sabia eu?

Anúncios

Não sei se você está familiarizado com a nova sensação online, então apresento o keyboard cat:

Sim, é um gato forçado a tocar uma música irritante no teclado, porém sua performance a la Stevie Wonder lá pelos 20 segundos inspirou milhares a utilizá-lo como prenúncio de coisas ruins e/ou constatação de fatos imbecis. Em resumo: entretenimento para todas as idades.

Segue abaixo o meu favorito até agora:

Pedro bem sugeriu que alguém deveria fazer uma montagem para o tombo do Caetano. Fica a dica.

A famosa V.A.

15 maio, 2009

V.A., sigla para Vergonha Alheia. Um ato tão vergonhoso que faz você se sentir mal pelo agente da ação, mesmo que você só esteja ali observando.

Existe uma comunidade no orkut a respeito.

E uma foto na Folha junto com um link para um site exemplificando perfeitamente.

Aprendam e evitem.

piri piri piriguete

14 maio, 2009

Aprendizados televisivos da semana:

1- Um veterinário na Ana Maria Braga disse que dar semente de girassol para papagaio é a mesma coisa que dar picanha para crianças. Considerando que crianças não comem picanha na mesma frequência, fica o alerta. Para que o papagaio viva lá seus 60 anos feliz. Eu diria que é o novo manga com leite, já que o cidadão sugeriu dar aquela raçãozinha a la cachorro para os emplumados. Toda uma máfia veterinária em prol da venda de rações caríssimas, você sabe o que eu quero dizer. (Conspiração mode on)

(pausa): Amy Winehouse cantando aqui no meu ouvido: “I can’t help you if you don’t help yourself”. Ironia, que delícia.

2 – Vinheta do People and Arts (ou seria Discovery?) mandando geral trepar porque é bom para diminuir o colesterol ruim! Base científica nula, só aquelas mensagens de auto-ajuda feminina “você é linda” (divina, absoluta?), mas não deixa de ser conselho interessante.

3 – Dentista (sei lá em qual canal) dizendo que tártaro pode vir a ser formado pelo pH ácido da saliva da pessoa. Ou seja, não há proteção 12 horas ou enxaguante bucal que dê conta da sua baba de dragão de Komodo 😛 Solução que eu mesma encontrei: procurar e combinar ambientes mais alcalinos (apesar de beijo na boca ser coisa do passado) para o bem da sua arcada dental.
3.1 – Possivelmente eu sou a única lunática a esse ponto, mas eu já anotei mais de um número de CRO de qualquer doutor fulano de comercial de pasta dental e não encontrei nenhum correspondente online. Nem estado os mentirosos põem. Não que gente bonita a ponto de fazer comercial seja bem sucedida também no ofício de ortondotia, mas fica aqui minha denúncia. Lei da compensação do universo, já falei a respeito?

Conclusão deste devaneio que eu chamo de post: piri piri piripiri piriguete pride, minhas leitoras!

Lição

7 maio, 2009

No auge do meu tédio, eu clico no botão do Stumble Upon e me deparo com a seguinte frase:

You may not be her first, her last, or her only. She loved before she may love again. But if she loves you now, what else matters? She’s not perfect – you aren’t either, and the two of you may never be perfect together but if she can make you laugh, cause you to think twice, and admit to being human and making mistakes, hold onto her and give her the most you can. She may not be thinking about you every second of the day, but she will give you a part of her that she knows you can break – her heart. So don’t hurt her, don’t change her, don’t analyze and don’t expect more than she can give. Smile when she makes you happy, let her know when she makes you mad, and miss her when she’s not there.

— Bob Marley (aqui ó)

Eu tô virando uma mulherzinha mesmo… mas what else matters?