coming attraction

29 abril, 2008

Ontem eu fui ao cinema ver Reis da Rua (violento, reviravoltas, keanu reeves – foi até melhorzinho do que eu esperava), mas o que importa mesmo é que passou um trailer de Dark Knight.

E eu hiperventilo com essas novidades:

(clique na figura pra aumentar. poster tirado do Cinema em Cena)

sobre blogs

29 abril, 2008

Eis que eu descubro que a globo.com tem um portal com blogs de vááários artistas. Na verdade, eu já sabia, mas só por esses dias que eu fui dar uma olhada melhor.

Fiquei muito feliz em saber que Bruno Mazzeo tá lá e eu acho esse cara genial, desde que vi alguns episódios do Cilada: hilário! Outro blog engraçadinho é o do Marcos Mion, o bicho é escrachado demais!

Agora, me pergunto o que celebridades (???) tipo Kelly Key e Joana Balaguer têm a dizer…

Pegar travesti é tão batido*, sou mais Obina, que põe nome de agradecimento em filha.

*Note, querido(a) leitor(a), que eu estou numa semana modernista, tentando acabar com minhas expressões inglesas invadindo o maravilhoso universo dos blogs em língua portuguesa. Tradutora com xenofobia, onde esse mundo vai parar?

Moisés mucho loco

28 abril, 2008

Passeando pelo KibeLoco, achei a notícia de que existe uma teoria que diz que Moisés estava sob efeito de susbstâncias alucinógenas quando recebeu as Tábuas da Lei. A minha primeira reação foi dar uma gragalhada e mandar a notícia para um amigo adepto da substância.

Mas aí, lendo a notícia, eu fiz foi me revoltar contra religiosos caretas. De maneira nenhuma afirmo que é verdade – quem sou eu? – mas porque é tão difícil as pessoas aceitarem que em algumas épocas e sociedades as coisas não funcionam (ou funcionavam) como na nossa sociedade de hoje? Algumas tribos usavam a ayahuasca em rituais tão sérios quanto o batismo. É que me incomoda um pouco algumas pessoas simplesmente acharem que são donas da verdade e ficarem ofendidas com esse tipo de hipótese, sendo que o ser humano erra o tempo todo. Não houve um tempo em que achavam que a terra era quadrada? Então!

Quanto a mim, eu fico longe da tal ayahuasca. Já tentaram me convencer a tomar a parada, dizem que rola uma conversa super profunda de você com você mesmo, mas eu não sei se estou muito preparada para ouvir o que eu tenho pra me dizer… 

hate to say told you so

27 abril, 2008

Eu bem deveria ter ouvido menina Grazi, porque Norah Jones atua tão expressivamente quanto um nabo e Jude Law realmente está ficando careca. Sad but true – passa metade do filme com o cabelo despenteado, disfarçando as entradas.

Uma coisa que me intriga na tradução de filmes é a adaptação feita nos títulos. My Blueberry Nights, ok, não diz lá muita coisa, transformemos em Um Beijo Roubado. Por que? Porque expectador brasileiro não pode viver no mistério do americano? É porque aqui não temos blueberry que não entenderíamos Minha Noites de Blueberry? Quer adaptar ao público local, mete um Minhas noites de cajá, vá lá. A questão é: por que a necessidade tamanha de entregar o jogo no título? Complementar, então?

Con Air (A Rota da Fuga),
Rocky (O Lutador),
Closer (Perto Demais).

Mas já virou meio que tradição.

Ainda bem que os Mica Cards me fazem esquecer meus traumas tradutórios no cinema (clique para ampliar):

maria palco

27 abril, 2008

Normalmente, quando falo que sou maria-palco, me refiro mais aos músicos, mas, gente, eu adoro um dançarino revoltado, e muito que pegaria Kevin Bancon, só por causa disso:

E Billy Elliot ao som the Town Called Malice? LOUCURA:

ADOURO!

celebridade?

26 abril, 2008

Pára, que tá ficando assustador!:

Estarei eu virando uma sub-celebridade? Com direito a stalker e tudo?

É capaz que tenha sido a minha mãe…

aqui

Só um comentário (ou talvez dois, quem sabe):

ícone de beleza, modernidade, alto astral e credibilidade. Aqui é o meu país.

Vi um poster no ponto de ônibus, jurava que era Lindsay. Ainda bem que escreveram Angélica pequeninho lá embaixo.

para passar o tempo

23 abril, 2008

Neste feriadinho carioca only em prol de São Jorge (ai ai que vida ruim) um joguinho de temas de séries – porque este é um blog enlatado, ora bolas.
Não aceitou meu ugly betty e variantes, e de vocês? Pontuações nos comentários.

o padre!

23 abril, 2008

Já que eu já vou pro inferno mesmo, vou debochar, tá?!

O Pe. Adelir de Carlir, provavelmente inspirado por Sally Field, resolveu sair voado por aí depois de rezar uma missa. O resultado você já sabe: deu merda.

Até aí, você já sabe. Mas o TDUD? foi lá e descobriu que o cara já está concorrendo ao Darwin Awards (vulgo “prêmio puta morte besta” – expressão by MH). Vota .